O desenvolvimento do bebê até 1 ano de idade

Foto: unsplash.com

Foto: unsplash.com

A chegada de um filho é sempre muito especial. Acompanhar o crescimento, cada aprendizado… é incrível. Cada conquista e descoberta são motivos de alegria para os pais, que criam expectativas para ver a criança engatinhar, falar, andar, bater palminhas, etc. Mas é importante obedecer o tempo da criança. Quer saber quando cada coisa pode acontecer? Confira o desenvolvimento do bebê no primeiro aninho de vida:

–  1º e 2º mês

No primeiro mês, a visão da criança é muito limitada, então, se quer chamar a atenção, chegue próximo e use cores contrastantes.  A partir do segundo mês, o bebê começa a reconhecer o cheiro da mãe e a esboçar sons, como por exemplo “agu”. Neste momento, conversar com ele é muito importante e, talvez, você receberá uns sorrisinhos como resposta.

– 3 º mês e 4 º mês

Após os dois primeiros meses, o bebê ganha um pouco mais de resistência, mantendo a sua cabecinha firme e se movimentando com mais vigor. Ele também começa a prestar mais atenção e a interagir com os brinquedos.

Nesta fase, surgem as gargalhadas que encantam a todos. Além disso, a criança começa a articular alguns sons e reconhece as mãozinhas e pezinhos, balançando-os sem parar.

Foto: pixabay.com

Foto: pixabay.com

– 5º  e 6 mês

A partir do 5º mês, o bebê fica acordado por um período maior de tempo e se movimenta com frequência, inclusive, rola pela cama ou berço, por isso é importante ter muita atenção. Os primeiros dentinhos aparecem e ele tende a levar tudo na boca. Também já reconhece o seu nome, então atende quando chamado.

– 7º e 8º mês

A partir do sétimo mês, o bebê senta sozinho, se envolve bastante com os brinquedos e gosta de se esconder. A criança também reconhece as pessoas mais próximas e corresponde por gritinhos ou gargalhadas. Fora isso, aprende a dar tchau, bater palma e mandar beijo.

Foto: unsplash.com.br

Foto: unsplash.com.br

 – 9º e 10º meses

Neste período, a criança fica um pouco mais independente, começa a engatinhar, fica em pé com o auxílio de móveis e consegue segurar a mamadeira ou o seu copinho sozinho. Aqui também surgem as primeiras palavras e o bebê entende algumas frases, como “vamos tomar banho”, “manda beijo”, bate palminha”, “dá tchau” e etc.

 – 11º e 12º mês

A partir do 11º mês, a criança fica de pé e os pais já podem tentar deixar o filho comer sozinho… será uma bagunça muito gostosa! Nesse momento, os bebês gostam de brincar de tirar os objetos e brinquedos do lugar e colocá-los de volta. Então, dê um balde com blocos coloridos para ele aproveitar.

Para todas as etapas, a ajuda dos pais é significativa. Então, esteja presente, estimule o seu filho e comemore cada conquista. Isso será especial!

Lembre-se de que cada criança tem o seu tempo. Alguns desenvolvem a fala primeiro, outros andam rapidamente, vai depender da habilidade de cada um. Sendo assim, nada de ansiedade e preocupação. Se achar necessário, procure um pediatra e peça orientação.